O Testamento de Jesus Cristo

Foi obtida a partir de uma materialização numa película de uma senhora em viajem.
Foi obtida a partir de uma materialização numa película de uma senhora em viajem.

“Durante os primeiros dias do mês de abril, durante a noite, durante o sono do corpo físico, tive o privilégio de ser levado, junto com outros tantos a um certo ambiente espiritual, que no fuso-horário terreno, la chegando era plena manhã, o que seria perto do meio-dia, pela posição do sol acho, e isto é opinião minha, creio tal lugar estar situado entre a China e a Índia, talvez no Nepal ou Tibet, eu não sei…

Lá fomos recebidos por dois mestres espirituais, um de polaridade masculina e outro de polaridade feminina, muito semelhantes, que haviam sido irmãos terrenos em algumas vidas pregressas e fomos conduzidos para o que seria uma espécie de instituto, esses dois mestres, esses dois espíritos , um de polaridade masculina e o outro de polaridade feminina parecem ser os mentores do lugar.

O estranho é que ao adentrar esse ambiente, através de uma linguagem que minha mente espiritual reconheceu como sendo o SÂNSCRITO, la estava escrito mais ou menos a seguinte frase… SOMENTE SOFRE, AQUELE QUE NÃO SABE SER FELIZ. Uma frase simplória a meu ver, mas com sentido muito profundo e mais outras informações, irrelevantes para o presente estudo.

Adentramos nesse ambiente, acho que deveriam ter ali, umas duzentas entidades onde o interessante é que todos nós havíamos vivido na antiga Índia, portanto todos tínhamos condição mental de perceber e entender a palestra e tudo que foi dito em SÂNSCRITO ANTIGO, aqui tenho muitos problemas de tradução, por causa da diferença vibratória entre a minha mente espiritual e o meu atual cérebro físico, mas com a ajuda dos amigos espirituais vamos em frente.

O fato é que esse nosso irmão Oriental de polaridade masculina abriu os trabalhos dizendo que a sua irmã iria abordar um assunto perdido ou esquecido ao longo dos últimos dois mil anos, mas de suma importância para os seres viventes da terra e então essa nossa irmã após as palavras iniciais começou a nos dizer o seguinte;

Que havia um testamento de Jesus, que Jesus quando aqui esteve, havia feito absoluta questão de deixar claro para todos os seres viventes deste mundo e que quando, do seu Retorno ele então daria a cada um de acordo com os critérios e clausulas constantes nesse testamento. Recordo-me que enquanto essa nossa irmã falava isso, eu mesmo de posse da consciência espiritual, não atinava para o que poderia ou seria o testamento de Jesus, então essa nossa irmã disse que ira falar sobre o testamento de Jesus.

Disse se referindo a uma certa passagem na vida do mestre, quando ele se viu cercado por uma multidão, subindo então em uma montanha ele disse;

– Bem aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus.
– Bem aventurados os que choram, porque serão consolados. – Bem aventurados os mansos, porque eles herdarão a Terra.
– Bem aventurados os que tem fome e sêde de justiça, porque serão saciados.
– Bem aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
– Bem aventurados os simples de coração, porque verão a Deus.
– Bem aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.
– Bem aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
– Bem aventurados sereis, quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem contra vós falsamente, todo o mal por minha causa, exultai e alegrai, porque grande será a vossa recompensa no céu, pois assim também perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

Assim, essa nossa irmã repetiu o que esta registrado no Evangelho de Mateus, capitulo cinco, nos versículos de um a treze. E essa nossa irmã começou então a nos deixar claro pra todos nós que o testamento que Jesus havia deixado para todos nós, esta exatamente simbolizado nas Bem-Aventuranças que ele nos legou.

Mais interessante ainda, foi a análise que ela começou a fazer, pois ela disse que em dois mil anos, dois mil anos de história, nem no nível dos encarnados, nem nos níveis espirituais esse assunto não havia sido devidamente abordado, entendido ou aprofundado, pois tomado simplesmente como poesia ou algo belo, foi esquecido pela espécie HOMO SAPIENS encarnados e pelos espíritos desencarnados, de descortinar o sentido profundo por trás disso, começou ela então a dizer; Jesus, foi e é tão genial e generoso , que ele deixou uma verdadeira pérola a iluminar o esclarecimento espiritual, cegos que somos, pois não atentamos para o escêncial da vida, que continua ainda invisivel aos nossos olhos… Ela começou anos dizer que dessas nove Bem aventuranças, clausulas, desses nove critérios, Jesus deixou como sendo o seu testamento para esta humanidade.

O testamento que ele dividiria quando da sua vinda, ela convidou os que ali estavam presentes para que percebessem o que o Mestre realmente quis dizer ao nos deixar legado tão belo e precioso. Pediu ela para observarmos pelo lado mais precioso da mensagem de Jesus o que ele havia dito, que os pobres de espírito, aqueles bondosos, descomplicados e aqueles perseguidos por causa da justiça.

Ou seja alguém que se pos em risco durante as existências em defesa de ideais nobres e que estava sendo perseguidos, desses dois grupos, os seres viventes que se enquadrassem num desses dois grupos, desses seria o reino dos céus. Assim nossa irmã chamava nossa atenção para dizer que bastava qualquer um de nós se enquadrasse em apenas uma dessas nove Clausulas de Redenção Espiritual.

Assim os que pudessem ser chamados de pobres de espírito e aqueles que tiveram perseguição à sua sensibilidade por causa de uma justiça divina representada na terra pelos ideais nobres, desses, na hora da divisão do testamento seria dado a eles a possibilidade de tornarem-se cidadãos de moradas avançadas, já eram cidadãos do universo. Porém, analizando a terceira Clausula, anterior a essas duas, pois que Jesus disse; Bem aventurados os simples de coração, porque eles veriam a Deus, deixando claro Jesus que a simplicidade de coração é a maior riqueza da alma. Pois que este teria “possibilidade” de conviver, se tornar UNO ao Pai, mesmo que nos patamares mais baixos desta unificação.

Depois da análize destas três, nossa irmão passou a nos dizer; vamos agora analizar as outras seis que são mais modestas, pois que Jesus também disse que Bem aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus, no sentido de que representam o Pai aqui na terra, porque enquanto seres viventes aqui na terra, agem como o Pai gostaria que agissem se aqui estivesse, pacificando, sem gerar drama, sem criar conflito, sem impor jugo de opinião de conceito ou de mérito, fazendo juízo de valor sobre ninguém.

Aqueles a quem o mundo não percebe, mas que conseguem desengatilhar os grandes dramas existenciais da humanidade. Seguindo a análise, vamos agora entrar no grupo em que o mérito já não é tão acentuado, pois ele também disse que aqueles que tem fome e sede de justiça, seriam saciados, pois ter fome e sede de justiça é só ter vontade de que a Justiça seja feita, mas percebam, ter fome e sede de justiça, não quer dizer que eu seja necessariamente justo, ou que eu me esforce e me ponha em risco em nome da justiça, pois o mestre fez questão de dizer que aquele que fosse perseguido por causa da justiça, este sim herdaria o reino dos céus, mas os que tem fome e sede de justiça apenas seriam saciados, pois que quando do seu retorno a justiça divina refletida no julgamento geral, que por sinal acontece na terra neste momento, pois quem tem fome e sede de justiça esta vendo isso pessoalmente, e portanto esta sendo saciado.

E disse mais, bem aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia, alguém na terra ser misericordioso não significa grandes avanços, mas quem for pelo menos misericordioso, quem não ficar julgando o outro, desejando o mal, que fulano se exploda, quem pelo menos for misericordioso, alcançará misericórdia, ou seja será também avaliado pelo céu com misericórdia.

Jesus também deixou no seu testamento o recado de quem herdaria a terra, onde disse, bem aventurados os mansos, pois eles herdarão a terra, pois sabe-se que a partir de determinado ano deste século somente reencarnará na terra espíritos tendentes ao bem, os violentos não mais encarnarão.

E aí essa nossa irmã mestra espiritual, nos surpreendeu a todos dizendo;
Falei das oito Clausulas mais importantes, mas há uma, há uma que o mestre na sua generosidade infinita, fez questão de registrar, e para esta ninguém precisa ter mérito, pois ele diz;
Bem aventurados os que choram, porque serão consolados, e ninguém precisa ter mérito nenhum para chorar, porque só chora quem sofre, só chora no sentido que o mestre disse, quem enfrenta os dilemas dos dramas da vida, chorando em momentos de dor e desespero.

E foi tanta generosidade do mestre deixar registrado isto em seu testamento, pois prometeu que estes seriam consolado. Qual o mérito que alguém pode ter para ganhar algo que jesus prometeu, apenas por sofrer. Mas nos foi mostrado que você, quando na condição terrena não conseguir se enquadrar em nenhuma dessas oito cláusulas, quando você não é pobre de espírito por ser extremamente orgulhoso, arrogante, prepotente, quando você não consegue ser manso, misericordioso, não esta nem aí pra justiça, que se corrompa o mundo, quando você não consegue ser simples de coração , pois seu coração esta cheio de impurezas e maldade arraigada no egoísmo e orgulho sabe-se la de quê, quando você não se preocupa em por em risco para desengatilhar dramas alheios, quando você não se põe em risco para defender alguém, enfim, quando você no seu pedestal de ignorância, nada faz, e nem se põe em risco para defender o legado de Jesus, pelo menos se você sofrer, você terá consolação, ou seja, VOCÊ NÃO SERÁ CONVIDADO A SE RETIRAR DA TERRA. Bendito é o sofrimento, para nós seres incapacitados e momentaneamente incompetentes no sentido de saber construir a própria felicidade. A frase que está escrita em Sânscrito naquele portal ” SOMENTE SOFRE, AQUELE QUE NÃO SABE SER FELIZ“. diz tudo.

Nos foi mostrado que o verbo “saber ser feliz”, presupõe o conhecimento e a pratica de uma ciência espiritual , desconhecida ainda aos que vivem na terra. E o fato é que quando este conhecimento se alastrou na espiritualidade há duas décadas atrás, quando dois mil anos depois o testamento de Jesus foi convenientemente interpretado, pelo menos em um determinado instituto espiritual, se espalhou e muitos guias espirituais levaram durante o sono do corpo físico seus afilhados encarnados para esclarece-los e estes pediam mais e mais sofrimento, por esterem incapacitados de em vida levantarem méritos morais para financiar o próprio progresso espiritual para permanecer no planeta, pois pelo menos quem sofre, não tem tempo de provocar danos ou sofrimento a outrem, pois quem sofre esta purgando faltas pretéritas e se compensando diante das leis divinas que regem a vida humana aqui na terra e a vida cósmica nas demais moradas da casa do Pai, quem sofre tem que se ocupar da própria dor.”

Nesse sentido, após feita a análise do Testamento de Jesus, aqueles que estavam ali, no meu caso, como reencarnados fomos levados de volta pro corpo, acordando sem me lembrar de nada disso, pois dizem os mentores o fruto ainda não estava maduro, hoje sei também que era intenção de Jesus, antes de ser violentamente crucificado que quando do anuncio do seu retorno ele deixar claro que retornaria para aplicar esses critérios, essas cláusulas de seu testamento, mas parece que não lhe foi possível fazer isso, pois se todos os avisos que ele deixou sobre sua volta futura registradas em Mateus cap 24, Lucas cap 21 e em Marcos cap 13, absolutamente não se referem ao testamento Implícito do Sermão da Montanha, ele apenas disse que voltaria para separar o Joio do Trigo, para dar a cada um conforme as suas próprias obras.”

JAN VAL ELLAM

(Trecho do Livro O Testamento de Jesus)
FOTO – IMAGEM REAL MATERIALIZADA EM UM ROLO DE FILME .
A ÚNICA IMAGEM REAL DE JESUS E SEUS APÓSTOLOS PEDRO , JOÃO E FELIPE.

Foi obtida a partir de uma materialização numa película de uma senhora em viajem.

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas