82/124 VISÕES COMOVEDORAS DO PASSADO

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

82/124

Pediu que me conservasse mentalmente numa atitude passiva e, com as mãos sobre a minha fronte, colocou-se na posição de magnetizador. A princípio senti a sensação de abalo, mas sem o mais leve traço de sono ou de inconsciência, experimentando antes um extraordinário aumento de lucidez e observando maior agudeza de percepções.

Comecei, então, a ver, não exteriormente, mas em meu íntimo, uma série de coisas e de acontecimentos a que me sentia indissoluvelmente ligada sem o saber. Vi seres aos quais me pressentia jungido por inquebrantáveis algemas e lhes ouvi a voz terrível ou acariciadora…

Eu ia compreendendo todos esses fatos que se sucediam uns aos outros. Ah! Se vi algo nesses panoramas retrospectivos que me trouxe gratos prazeres ao coração, também enxerguei as misérias de minh’alma necessitada de esclarecimento e redenção e, – se não é possível relatar todas as visões daqueles minutos em que me coloquei sob o império da excitação vibratória provocada pela bondade do meu guia com os seus poderosos fluídos, – posso dizer-vos de uma cena tocante, eternamente gravada em meu espírito.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

82/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas