52/124 BELEZAS DE SATURNO A VERTIGINOSA EXCURSÃO

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

52/124

BELEZAS DE SATURNO A VERTIGINOSA EXCURSÃO

Um dos planetas, cuja constituição mais me impressionava, quando raramente me entretinha com essas questões na Terra, era Saturno, imaginando como seriam pridigiosos os fenômenos da luz em sua superfície, em virtude de seu anel e numerosos satélites.

Revelando essas preocupações ao espírito benévolo, que prosseguia dispensando-me carinhosa proteção, concedeu-me o seu valioso auxílio para que eu pudesse excursionar àquele orbe distante.

Bastou que fixássemos em nossa mente semelhante desejo para que me visse ao lado de um boníssimo companheiro, envolto em atmosfera diferente da que me era habitual nas adjacências da Terra.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

52/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

51/124 A SUPREMA HOMENAGEM

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

51/124

A SUPREMA HOMENAGEM

Todas as vozes então se reuniram num coro inigualável e, naquele dia, presenciando o esclarecimento de algumas almas que daquela hora em diante, se tornaram em ativas colaboradoras da beneficência sideral, assisti uma das mais comovedoras homenagens prestadas à bondade do Criador.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

51/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

50/124 GLORIFICAÇÃO DO ESPÍRITO IMORTAL

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

50/124

GLORIFICAÇÃO DO ESPÍRITO IMORTAL

Então, como se estivesse em ação um misterioso poder, a atmosfera transmutou-se, afigurando-me ter-se rasgado grande nuvem.

Uma paisagem maravilhosa desenhou-se na imensidade; muitas mães estendiam seus braços amorosos aos filhos sempre lembrados; muitos seres caros, chorando de emoção e alegria, vinham ao encontro daqueles corações tomados de espanto e de receio.

Uma estrada florida desdobrou-se sobre as nossas cabeças e um hino vibrante se ouviu nas vibrações do éter. Era a glorificação de ventura do espírito imortal, onde haviam sonoridades indescritíveis.

“Oh, Senhor do Universo, vós, que criaste todas as coisas, concedeste-lhes a beleza da imortalidade. Sede bendito por todos os séculos dos séculos, pela dor que nos redimiu e nos lavou todas as culpas, pelas lutas onde adquirimos experiência e denodo moral, pelo vosso amor intraduzível que nos legou todas as felicidades imorredouras!

Como é grande, Senhor, o júbilo do nosso último dia na Terra, se só em vós buscávamos amparo e consolação, repouso e fortaleza, carinho e devoção!”

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

50/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

49/124 OS MORTOS ANÔNIMOS, O SOLDADO DESCONHECIDO

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

49/124

OS MORTOS ANÔNIMOS, O SOLDADO DESCONHECIDO

Houve, porém, na grande assembléia, que ouvia aquela voz estranha, um surdo clamor de protesto.

“Serenai o vosso ânimo!” – objetou-lhes calmamente. “Em vão levantais o vosso clamor de protesto… Ouvi-me. Tendes vos preparado convenientemente para saber a verdade. Já não podeis integrar as fileiras de combatentes que fornecem mão forte à nefasta política da incompreensão das leis divinas. Para a Terra, em cuja face presumis continuar, sois mortos anônimos, sois o soldado desconhecido. Aprouve à magnanimidade da Providência que aqui fôsseis acolhidos suavemente, sem abalos prejudiciais.

Vossos corpos estão muito distantes, no regaço da Terra benfazeja, estraçalhados por forças cegas e assassinas.

Ingressastes em outra vida. Compete-vos, portanto, esquecer os vossos dias, aniquilados pelo ódio execrando!

Considerai a lei de amor que deve unir todas as almas como laço eterno e sacrossanto!”

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

49/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

48/124 “QUE É A VIDA SENÃO AMOR?”

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

48/124

“QUE É A VIDA SENÃO AMOR?”

Lembro-me de que, certa vez, quando elevado mentor espiritual exaltava os benefícios da fraternidade, um dos ouvintes interpelou-o:

– “Não se pode pregar a paz em tempo de guerra!”

– “Que é a vida, meu filho, senão amor? E poderá haver amor sem paz? – replicou-lhe docemente o apóstolo. “Foi a maldade dos homens que engendrou a guerra, dizimadora dos ideais e das existências. As fúrias da impiedade varrem quase todas as extensões da Terra e os corações se dilaceram ao sopro frio da adversidade!… Poderia Deus, em sua misericórdia, sancionar esses crimes nefandos? Para sua infinita bondade não existem franceses ou alemães: há filhos bem-amados da sua sabedoria e do seu amor”.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

48/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

47/124 PRIMEIRAS NOÇÕES DO ALÉM

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

47/124

PRIMEIRAS NOÇÕES DO ALÉM

Recebiam, então, a vaga noção da verdade, observando fenômenos interessantes, operados por sua vontade sobre as matérias circunstantes,cuja maleabilidade os assombrava.

Esclarecidos mestres, freqüentemente, lhes dirigiam a palavra como apóstolo da paz, em excursão nos departamentos militares.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

47/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

46/124 A CONVALESCENÇA DOS DESENCARNADOS

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

46/124

A CONVALESCENÇA DOS DESENCARNADOS

Eram todos tratados com inexcedível carinho e as suas amargas queixas obtinham réplicas afetuosas e animadoras promessas.

Alimentação e tratamento tudo se assemelhava estritamente ao que se pode verificar na face do orbe, até mesmo certas bagatelas que constituíam motivos de prazer para alguns, com o uso do tabaco ou de beberagens preferidas.

Tudo ali era confeccionado por entidades zelosas a fim de que se preparassem convenientemente para o conhecimento do que ocorria.

Paulatinamente recuperavam suas forças perdidas; e os que se mantinham num estado, que podemos classificar como o de convalescença, eram separados dos demais companheiros.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

46/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

45/124 O DERRADEIRO APELO DA VIDA MATERIAL

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

45/124

O DERRADEIRO APELO DA VIDA MATERIAL

Muitos dos que ali ingressavam, manifestavam o seu pavor à morte, rogando em altos brados que os livrassem de perecer. Solicitavam aos que o assistiam socorro e auxílio, suplicando que lhes prolongassem a vida em favor da noiva idolatrada, dos pais carinhosos e queridos, dos seres inesquecíveis que haviam ficado à mercê do abandono e do infortúnio.

Era para mim, singularmente interessante, ouvir-lhes essas rogativas, porquanto desconhecia ainda todo o poder somático sobre a inteligência recém-desencarnada.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

45/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

44/124 A CARINHOSA RECEPÇÃO

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

44/124

A CARINHOSA RECEPÇÃO

Admirei a delicadeza com que os seres espiritualizados recebiam os seus irmãos egressos dos combates, onde centenas de vidas jovens foram ceifadas impiedosamente. Eram, assim recolhidos com a maior bondade,como se fossem feridos penetrando nos hospitais comuns da Terra.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

44/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

43/124 A CHEGADA. NO ALÉM, DOS DESENCARNADOS NA GUERRA

CapaLivroCartasDeUmaMorta-174-259

43/124

A CHEGADA. NO ALÉM, DOS DESENCARNADOS NA GUERRA

Surpreendida, vim a saber que os preparativos se destinavam aos recém-desencarnados da última guerra; e não foi ainda sem surpresa que vi chegarem os primeiros ocupantes daqueles alvos leitos, que se perdiam nas vastas enfermarias, graciosas e confortáveis, não sabendo explicar por que razão havia necessidade daquele cenário, mundano em demasia, onde nada faltava, nem mesmo os instrumentos de técnica operatória.

De instante a instante eis que chegava uma leva de macas, conduzidas por almas solícitas e devotadas.

Se muitos hospitais de sangue são preparados na Terra, nos infaustos dias de lutas fratricidas, mais ainda são as organizações congêneres nos planos da erraticidade. Nem todos, porém, que desencarnam, abrigam-se em semelhantes lugares, havendo situações especiais, privativas àquelas que elas fizeram jus.

Maria João de Deus

Livro Cartas de uma Morta ­ Psicografia Chico Xavier

43/124 Livro Cartas De Uma Morta ­ Uma Pagina Por Dia
Projeto uma página por dia, entenda a proposta: [[VEJA AQUI!]]

Pular para a barra de ferramentas